DicasRecuperação de Dados

Backup: como fazer de forma rápida e segura?

É óbvio a importância de fazer backups regulares, não é? Afinal, se acontecer qualquer coisa com seu dispositivo e, por algum motivo, você perder o acesso aos seus dados garanto que você ficará aliviado de saber que tem um backup de tudo o que estava ali.

Entretanto, não é todo mundo pensa assim. Apesar do aumento de usuários buscando maneiras de se protegerem contra a perda de dados, como comprova a pesquisa feita pela OnTrack, muita gente ainda enfrenta a situação de perda de dados diariamente e um simples passo já evitaria muita dor de cabeça. Se você não quer ser essa pessoa, é só conferir o passo a passo aqui embaixo de como usar o Google Drive para fazer um backup de todo do seu pc.

Passo a passo para fazer backup na nuvem: Google Drive

O backup na nuvem nada mais é que o armazenamento dos dados em um servidor remoto. Aqui vamos mostrar como você pode fazer isso utilizando o Google Drive.

Antes de tudo, para você conseguir acessar o Google Drive você precisa ter uma conta no gmail. Caso não tenha, a primeira coisa que precisa fazer é se cadastrar.

Passo 1:

Primeiramente, acesse o Google Drive através do link https://drive.google.com ou pelo ícone do drive conforme mostra a imagem abaixo.

Como fazer backup de forma rápida e segura? Passo 1

Passo 2:

Clique no botão “novo” localizado no canto superior esquerdo da sua tela e selecione a opção “Upload de arquivo”.

Como fazer backup de forma rápida e segura? Passo 2

Como fazer backup de forma rápida e segura? Passo 2.1

Passo 3:

Assim que selecionar a opção acima, uma caixa irá se abrir na tela. Para prosseguir, basta localizar a pasta ou o arquivo que você quer transferir para o drive e clicar no botão “abrir”, localizado na parte inferior direita da caixa de transferência.

Como fazer backup de forma rápida e segura? Passo 3

Passo 4: 

Após o Upload concluído, você já estará com o arquivo no drive. Sendo assim, caso alguma coisa aconteça com o seu computador, você terá a cópia de segurança fácil e rápida direto no seu drive.

Como fazer backup de forma rápida e segura? Passo 4

Dica para se organizar 

O Google Drive tem a opção de criar pastas e, com isso, facilita muito na organização dos arquivos. Portanto, uma dica é criar pastas pensando nos arquivos que você irá colocar ali. Por exemplo, se você quiser dividir por ‘tipos de arquivos’ pode nomeá-las como fotos, vídeos, arquivos office. Da mesma forma, caso queira dividir por ‘áreas’ pode nomeá-las como faculdade, trabalho, arquivos pessoais e etc. Dessa forma, ficará ainda mais fácil localizar os seus arquivos.

Dica para organizar o seu Google Drive

Como mencionado no início do post, o Google Drive não tem custo. Contudo, essa versão grátis permite apenas o armazenamento de 15Gb. Caso você queira um storage maior, há versões pagas que você pode contratar. Seguem os valores cobrados atualmente (junho/19):

100GB – R$ 6,99/mês ou R$ 69,99/ano

2000GB – R$ 34,99/mês ou R$ 349,99/ano

10TB – R$ 349,99/mês

20TB – R$ 699,99/mês

30TB – R$ 1.049,99/mês

Finalizando, tenho certeza que agora ficou fácil proteger os seus dados. E, de quebra, ainda ter eles sempre a mão quando precisar, não mesmo? Entretanto, caso tenha perdido dados e não tenha um backup, a melhor opção é entrar em contato com uma empresa de recuperação de dados. A HD Doctor, por exemplo, é especialista em recuperar dados de HD, SSD, cartão de memória, pen drive, servidores e etc.

Ligue agora no 0800 607 8700 e converse com um especialista em recuperação de dados.

Contudo, vale lembrar que o objetivo do serviço de recuperação de dados é recuperar dados de HD e outros dispositivos de armazenamento de dados, e não fazer o conserto do HD.

Post Relacionados:

Armazenar dados na nuvem é seguro?

Como recuperar arquivos apagados acidentalmente?

Qual a melhor forma de recuperar fotos apagadas?

Recuperar conversas de WhatsApp: como fazer em Android?

Recuperar dados de celular: existe como?

Veja também

Post anterior
Ransomware: você também pode ser uma vítima!
Próximo post
Sala limpa e sua importância no processo de recuperação de dados
Você também pode gostar
Menu