Recuperação de DadosTecnologia

Cartão de memória: o que é e quais os principais tipos?

Na era digital, a informação possui papel de destaque. Por isso, vemos, cada vez mais, novos dispositivos no mercado que desempenham a função de armazenamento de dados, sendo estes cada vez mais rápidos e seguros. Como exemplo de dispositivos de armazenamento de informações temos os obsoletos disquetes, muito usados nas décadas de 70, 80 e 90, bem como os atuais HDs externos, SSDs, cartões de memória a até a versão de armazenamento em nuvem.

Existem várias opções e cada um destes dispositivos possui suas peculiaridades. Aqui iremos tratar, especificamente, dos cartões de memória, dispositivo que veio com a intenção de substituir os disquetes.

Cartão de memória: o que é?

Cartão de memória ou memory card, como também é conhecido, é um dispositivo utilizado, basicamente, para o armazenamento de dados. Existem vários equipamentos que comportam cartões de memória como câmeras digitais, vídeo games, telefones celulares, notebooks, computadores, etc.

Por ser um dispositivo portátil, há grande facilidade em seu transporte, podendo manter os dados armazenados sempre com você.

Cartão de memória: principais tipos

O cartão de memória foi inventado em 1980 por Fujio Masuoka, engenheiro que, na época, trabalhava na Toshiba. Entretanto, apenas em 1990 começou a ser comercializado.

O primeiro formato de memory card foi o PC Card (PCMCIA), originalmente projetado para cartões de expansão de memória. Contudo, a partir de 1994, diversos formatos mais compactos chegaram ao mercado.

Hoje existem dezenas de marcas, tipos e formatos de cartões de memória no mercado, cada um com características distintas de velocidade de transferência e capacidade de gravação. Veja abaixo 3 dos principais tipos de cartão de memória:

  • Memory Stick

Tipos de Cartão de Memória: Memory Stick

O Memory Stick, encontrados nas câmeras SONY, tem a função de armazenar fotos e vídeos. A sua principal vantagem em relação a outros cartões de memória é o fato de este ter um sistema de criptografia de dados, o Magic Gate, que atua no controle de cópias dos dados armazenados ali.

Hoje, encontramos Memory Sticks com capacidade de armazenamento de até 256GB. Contudo, os primeiros tinham apenas 4GB ou 8GB de capacidade.

  • Secure Digital Card

Tipo de Cartão de Memória: SD Card

Mais conhecido como SD Card, este cartão de memória foi desenvolvido pela SD Association em 1999 e, juntamente com o Memory Stick, é um dos mais comuns do mercado devido a sua adoção pelas empresas de tecnologia.

O principal motivo da escolha deste cartão de memória pelas empresas do ramo fotográfico, como Nikon, Canon e Kodak, é a sua velocidade para reproduzir imagens em movimento.

Seu diferencial em relação aos demais tipos é o seu mecanismo de travamento, oriundo do seu rígido controle de direitos autorais, o que impede o apagamento de seu conteúdo.

  • Micro SD

Tipos de Cartão de Memória: Micro SD

Lançado em 2005, estes cartões de memória tinham, originalmente, o objetivo de serem utilizados apenas em aparelhos de telefone celular. Contudo, hoje também são utilizamos em GPS e dispositivos externos de USB.

Atualmente, podemos encontrar micro SDs com capacidade de armazenamento de 8GB, 16GB, 32GB, 64GB, 128GB, 256GB e até de 512GB.

Recuperação de dados em cartão de memória

Devido à grande importância das informações nos dias atuais, perder dados pode parecer um pesadelo. Entretanto, existem empresas especializadas no serviço de recuperação de dados que podem dar suporte nessas situações.

A HD Doctor é referência em recuperação de dados em cartões em memória e possui mais de 70.000 casos de sucesso em todo o Brasil. Sendo assim, caso precise recuperar dados de cartão de memória, entre em contato com um de nossos especialistas pelo 0800 607 8700. Oferecemos atendimento personalizado 24h por dia.

Entretanto, vale ressaltar que não trabalhamos com conserto de HDs, apenas com a recuperação dos dados.

Fonte: Tecmundo e Uol

Post Relacionados:

SSD: o que é, quais as vantagens e quanto tempo dura?

Quanto tempo dura um HD e como fazer que o seu HD dure mais?

Recuperação de dados em HD: como funciona o processo e quanto custa?

 

Veja também

Post anterior
Uberlândia: cresce demanda de serviços de recuperação de dados
Próximo post
Recuperação de dados de servidores: saiba como enviar o seu servidor para a HD Doctor
Você também pode gostar
Menu
Open chat