Recuperação de Dados

Os riscos de armazenar todo conteúdo em um único lugar

Publicação feita pelo portal Olhar Digital em 27.07.2020.

Reza a lenda que, no auge do sucesso, os membros da banda de rock Queen nunca viajavam no mesmo avião. A ideia é que, se algo de terrível acontecesse durante o voo e um deles viesse a morrer, o resto poderia seguir com a banda. Pode parecer bizarro, mas o mesmo conceito é utilizado em TI: se você guardar todos os seus dados num só lugar, corre o sério risco de ficar sem eles em uma “tragédia digital”.

Por isso, muitas empresas adotam servidores RAID (Redundant Array of Independent Disks, em que tradução literal significa “Matriz Redundante de Discos Independente”): espelhar seus dados em diversos HDs ou SSDs, de modo que as informações contidas em uma unidade esteja, também, disponíveis em outros locais do servidor, evitando a perda de dados em caso de falha em algum dos dispositivos do sistema e, logo, a necessidade de uma recuperação de dados RAID.

Servidores RAID não só são mais seguros como são também mais eficientes. Existem diversos tipos de RAID que crescem em complexidade. O RAID 0, por exemplo, divide os dados em dois blocos que são distribuídos por todas as unidades da matriz, trazendo um ganho de desempenho – mas não existe tolerância a falha, já que não há espelhamento, podendo ocorrer perda de dados. Um RAID 5, por outro lado, é mais seguro, uma vez que distribui os dados por todas as unidades. Neste caso, se uma unidade falhar você ainda continuará tendo acesso aos seus dados.

Porém, se tratando de segurança em TI, a falha não pode ser tratada como uma possibilidade, mas como uma certeza. “Como todo equipamento eletrônico, uma hora ou outra, servidores RAID podem sofrer algum tipo de falha”, explica o Diretor de Operações da HD Doctor, Samir Mattar.

As razões para isso acontecer são várias. Danos nos equipamentos podem causar uma perda na configuração do servidor (Windows/Linux/Mac ou NAS) e, mesmo com os HD intocados, os dados podem ficar inacessíveis. A placa controladora do servidor RAID também está sujeita a danos, especialmente de sobrecarga, e mesmo sua substituição não representa uma restauração direta das configurações originais. “Sempre recomendamos aos clientes muita atenção para que não realizarem uma tentativa de recuperação de RAID por conta própria ou com um técnico que não seja especializado”, alerta Mattar. 

Diferentemente do que acontece com a recuperação de HDrecuperar dados de servidor RAID pode ser um desafio maior. “Esses sistemas são construídos de modo que, quando acontecer um problema, existe uma possibilidade de recuperação de RAID sem perda de dados. Porém, o conjunto inteiro é um sistema eletromecânico, e, dependendo do caso, se há a falha de mais de um HD todos os dados podem ser comprometidos”, diz o diretor de operações.

Podemos voltar à analogia do avião. Muitos modelos conseguem voar com uma ou até mais turbinas com defeito – mas há um limite. “Nossa segurança em lidar com esses casos vêm do nosso know-how, vindo de mais de 20 anos de experiência no segmento e profissionais altamente capacitados”, ressalta Mattar. A HD Doctor possui parcerias com algumas das mais renomadas empresas fabricantes de hardware e desenvolvimento de software especializados em recuperação de dados de servidor RAID do mundo.

Sendo assim, se você está com sistemas de partição corrompido, problemas físicos nos discos ou mesmo se os arquivos foram excluídos do servidor e precisa recuperar RAID, vale entrar em contato com a HD Doctor. 

Na HD Doctor, antes mesmo de fechar um orçamento, os clientes têm direito a uma análise gratuita e feita em 24h após a chegada do dispositivo em um de seus Laboratórios. Feita essa análise, o cliente recebe por e-mail um diagnóstico completo da situação do seu dispositivo e o orçamento do serviço e, somente então, tomará a decisão de seguir com o processo de recuperação de RAID.

Além disso, a empresa é referência nacional no segmento e possui experiência em recuperação de dados RAID 0, RAID 1, RAID 5, RAID 6, RAID 10 e outros. 

E não para por aí. A HD Doctor está presente de Norte a Sul do Brasil, com Laboratórios em Belo Horizonte – MG e em São Paulo – SP e um total de 20 unidades espalhadas pelo país, tornando mais simples e cômodo aos clientes o envio dos dispositivos para análise e recuperação de dados de servidor.

Entre em contato pelo 0800 607 8700 e converse com um especialista. O atendimento é 24h e pode ser feito por telefone, WhatsApp e chat.

Não deixe de seguir a HD Doctor nas redes sociais: Instagram e Facebook.

Veja também

Post anterior
Armazenamento de dados em sistemas de segurança: é tudo igual?
Próximo post
Saiba qual a forma mais segura para recuperar fotos apagadas
Você também pode gostar
Menu
Open chat