Recuperação de DadosTecnologia

Ransomware: você também pode ser uma vítima!

Você sabia que hoje o Brasil é o terceiro país com maior índice de ataques por RANSOMWARE? Estamos atrás apenas da China e dos Estados Unidos. De acordo com a pesquisa “Cyber View” realizada pela JLT, o índice de empresas que afirmam terem sido atacadas passou de 25% em 2017 para 34,71 em 2018. Mas o que é ransomware?

O que é Ransomware?

Ransomware é um tipo de software que criptografa as informações do sistema infectado, impedindo o acesso do usuário. Em troca, para reestabelecer o acesso, pede resgate em moeda virtual, bitcoin por exemplo. Veja na imagem abaixo como funciona o processo.

Ransomware: Entenda o que é e qual o seu processo.

Hoje as empresas são o foco principal desses ataques, entretanto você não está fora do radar. Caso tenha sido invadido por ransomware procure por uma empresa especializada em recuperação de dados para ajudá-lo a reaver suas informações.

Como se proteger contra o crime cibernético:

Abaixo seguem algumas dicas de como se proteger contra crimes cibernéticos, disponibilizadas pelo jornal Metro BH em sua edição do dia 20 de maio deste ano.

1. Pacotes de Segurança

Fique atento! Sempre tenha um pacote de segurança para o seu computador que tenha antivírus, firewall e antispyware. Ainda que seja uma dica básica é muito importante e, com certeza, irá diminuir a vulnerabilidade do seu computador.

2. Senhas Fortes

Não é atoa que atualmente vemos diversos sites solicitando senhas fortes para criação de cadastros, né? A senha que escolhemos também é um fator importante e por isso você deve ficar atento a isto. Nesse sentido, quando for criar senhas em diferentes sites tente não utilizar sempre a mesma e, claro, crie o hábito de fazer mudanças periódicas, assim você garante a segurança dos seus dados. Não custa nada deixar suas informações sempre mais seguras, não é mesmo?

3. Softwares Atualizados

Você também é daquelas pessoas que sempre ficam adiando a atualização dos softwares do seu dispositivo? Não fique mais! Você sabia que essas atualizações são criadas exatamente para diminuir a brecha da vulnerabilidade dos softwares e manter você ainda mais seguro? Sendo assim, por mais chato que seja, não deixe pra depois! Pra que arriscar?

4. Configurações das Redes Sociais

Apesar de não prestarmos muita atenção nisso, é uma dica importante e vale a sua atenção. Sendo assim, vá na sua aba de configurações das redes sociais e altere para a opção de deixar seus dados pessoais privados, dessa forma você assegura que suas informações não caiam nas mãos de pessoas má intencionadas, não é?

5. Rede doméstica

Outra dica importante é proteger a sua rede doméstica com senhas fortes com o intuito de não facilitar ataques. Portanto, evite colocar datas de aniversários de familiares ou até mesmo seus nomes. Para isso, invista em senhas que mesclem letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais.

6. Converse com seus filhos

Seu filho também é daqueles que vive no celular ou no tablet? Adora conteúdos do YouTube e outras plataformas online? Então não deixe de conversar com ele sobre o uso aceitável da internet. Hoje em dia damos muita liberdade às crianças e adolescentes navegarem na rede, mas é muito importante que tenham um auxílio de como devem usar, além de quais sites são permitidos.

7. Mantenha-se atualizado

Atualmente temos visto muitos ataques e violações de segurança, tanto a empresas quanto pessoas físicas também, e a tendência é só aumentar. Uma dica importante é sempre se manter atualizado sobre essas questões, dessa forma você fica antenado tanto nas técnicas que os invasores estão usando quanto nas dicas dos especialistas e usuários para se manter mais seguro.

8. Foi vítima de crime cibernético? Avise as autoridades!

Acha que foi alvo de crime cibernético? Não deixe de avisar as autoridades locais e, em alguns casos, até a Polícia Federal ou a Confederação Nacional do Comércio. Crime cibernético não é brincadeira!

Aproveite as informações desse post e já corre pra fazer um check up nas suas configurações de segurança. Tudo para não correr o risco de entrar nas estatísticas, não é? Entretanto, caso já tenha algum dispositivo criptografado por ransomware, entre em contato com a HD Doctor, empresa especializada em recuperar dados criptografados. Ligue 0800 607 8700 e converse com um de nossos especialistas.

Posts Relacionados:

Segurança de dados: saiba como se proteger e recuperar arquivos perdidos

Ataques DDoS: saiba como funcionam e como se proteger

Spoofing: entenda a técnica usada para hackear Sérgio Moro

Qual a melhor forma de recuperar fotos apagadas?

 

 

 

Veja também

Post anterior
Servidor RAID: O que é e quais as suas funcionalidades?
Próximo post
Backup: como fazer de forma rápida e segura?
Você também pode gostar
Menu
Open chat